ANTERIOR

PRÓXIMO

035_Requalificação urbana Av. 25 de Abril e espaços envolventes

2009 / 2011

Cidade de Ílhavo

Apresentado ao MIA_ESAP no Seminário temático II (Prof José Patrício)

1 Para Ramón López de Lucio ‘o espaço público é por excelência a rua e a praça, mas também os boulevard, as avenidas, os jardins e os parques’ e,’ as características essenciais que os definem são o carácter plurifuncional, a continuidade ou carácter sistémico, a liberdade e a gratuitidade no seu uso pelos cidadãos, e o carácter cosmopolita dos espaços centrais das cidades’. In ‘Ciudad y urbanismo a finales del siglo XX’ ed. UV, 1993.
_A intervenção nesta área da cidade tem como objetivo qualificar a sua articulação com a cidade, a mais antiga a sul, a ‘contemporânea’ a norte e reforçar a identidade de um espaço assumido como referencial de urbanidade - o seu centro. Esta cidade é assim, tem as suas atmosferas.
_A qualidade formal, funcional, a durabilidade e a economia de manutenção do espaço público são recursos que, pelo desenho, devem proporcionar aos cidadãos conforto, segurança, acessibilidade/mobilidade e uma paisagem progressivamente mais afável e acolhedora que procure, no seu todo, equilíbrios ambientais com o edificado existente.
_Por isso, e para as diferentes atmosferas urbanas presentes – a de avenida e a de largo, foi designado o calcário, material reconhecido na luz da cidade, para revestimento do seu chão. Foi expandido do sistema pedonal. Neste integraram-se as espécies arbóreas e herbáceas adequadas à região e às estações do ano de acordo com a espacialidade em causa. Desenvolveu-se um procedimento similar para a iluminação e mobiliário.

Append